Mãozinhas do amor ajudam na recuperação de pacientes entubados pela Covid-19


Nas unidades de tratamento intensivo dos hospitais, pacientes da Covid-19 seguem lutando pela vida, isolados e longe de seus amigos e familiares. O caminho enfrentado vem sendo bastante solitário até a chegada de uma grande ideia: mãozinhas do amor. O método consiste em luvas de látex cheias com água morna que ajudam a aquecer as mãos dos pacientes.


A iniciativa, que foi desenvolvida pelas enfermeiras Semei Araújo Cunha e Vanessa Formenton, da cidade de São Carlos, interior de São Paulo, já vem sendo adotada por outros hospitais da região. Com a nova técnica, o paciente se sente acolhido como se alguém tivesse de mãos dadas com ele.


Outro ponto importante é que pacientes da Covid-19 apresentam mão frias, podendo gerar medições incorretas dos níveis de oxigenação sanguínea. Com as luvas quentinhas, isso impede que aconteça. De acordo com as enfermeiras inventoras da nova técnica, a iniciativa vem mostrando resultados imediatos na recuperação deles.


Fonte: REUTERS

Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli

32 visualizações0 comentário