• Veus

Projeto Cidades Monitoradas começa a testar profissionais do turismo contra a Covid-19 para promover


Na última semana, funcionários do Trem do Corcovado e da Churrascaria Palace foram testados contra a doença


O Rio de Janeiro começou a ser monitorado contra o novo coronavírus! Nos dias 8 e 9 de julho, profissionais que atuam na área de turismo da cidade foram testados contra Covid-19 através do MedTeste Coronavírus Antígeno AG, com o objetivo de promover o retorno gradual do setor – um dos mais impactados pela pandemia - com o máximo de segurança possível. Cerca de 190 colaboradores do Trem do Corcovado e da Churrascaria Palace participaram dos primeiros dias de ação do Projeto Cidades Monitoradas, liderado pela MedLevensohn – empresa pioneira em comercialização de testes contra a Covid-19 no Brasil - em parceria com a Veus Saúde. A iniciativa também conta com o apoio institucional do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (SETUR-RJ).


Esses profissionais serão monitorados nos próximos 30 dias através do sistema da Veus Saúde, no sentido de garantir que não são portadores do vírus da Covid-19 e assim permitir que exerçam suas atividades laborais. “O projeto tem o foco em ações preventivas e de monitoramento a partir da realização gratuita de exames periódicos para detecção da Covid-19 e anticorpos contra a doença em indivíduos que atuam na operação ativa dos diversos serviços do turismo, como transporte, hotelaria, comércio e alimentação”, afirma José Marcos Szuster, CEO da MedLevensohn.


A participação dos profissionais de serviços na testagem é voluntária, totalmente gratuita e com frequência de, no mínimo, duas vezes por mês. “Todos os profissionais testados recebem um QR Code personalizado que permite o acompanhamento do profissional quanto à sua participação na realização dos seus exames. Nos funcionários de estabelecimentos de alimentação e hotelaria, o código estará disponível em bottons que serão afixados em seus uniformes. Já nos táxis, o QR Code ficará acessível dentro e fora do veículo”, explica Marcelo Botelho, CEO da Veus Saúde.


Saiba mais sobre o Projeto Cidades Monitoradas e acompanhe por aqui as próximas ações.

12 visualizações0 comentário